Mostrar todas as categorias
Potencial de Consumo

Dado exclusivo do plano Profissional

Por conta de suas características diretamente relacionadas ao padrão de vida das famílias, o Potencial de Consumo tem um lugar de elevada importância no conjunto de dados típico das análises de Geomarketing.

Análises simplificadas podem ser feitas levando em consideração a classe de renda de uma família, mas a distribuição da renda na forma de gastos e sua estratificação em categorias e subcategorias, fazem do Potencial de Consumo um indicativo mais próximo do potencial de vendas numa região.

Visão Geral

O dado de Potencial de Consumo tem uma fonte única e oficial, que é a POF (Pesquisa de Orçamentos Familiares), que passou por uma atualização em 2017-2018.

Esta é uma pesquisa não regular, ou seja, não obedece a um cronograma fixo de atualizações e sim ao movimento dos hábitos de consumo das famílias brasileiras.

Seu principal foco é dar base aos Índices de Preços ao Consumidor, controle mensal feito pelo IBGE dos preços do conjunto de bens e serviços consumidos pela população. 

Portanto, sua estrutura oficial segue uma ótica de mensuração da inflação, dando importância diferente aos itens com maior impacto no índice de inflação e menor aos itens substituíveis. 

Metodologia

Sendo a POF uma pesquisa domiciliar amostral, que visa principalmente mensurar as estruturas de consumo das famílias, ou seja a composição do orçamento familiar face à renda daquele domicílio.

A partir dela é possível traçar um perfil das condições de vida de uma população levando em conta a estrutura de seus orçamentos domésticos.

A Mapfry escolheu abordar a estrutura do orçamento familiar em forma descomplicada, correspondendo à maneira como as famílias fazem suas escolhas entre as despesas e seus rendimentos.

A gestão do orçamento familiar é feita de escolhas entre as necessidades reais ou aspiracionais.

Ainda que os dados sejam representados em valores em reais disponíveis por região, sua estrutura interna é dada pela renda e pela composição familiar dos domicílios, de forma a termos um entendimento dos valores per capita disponíveis para consumo.

Essa é uma área ativa de pesquisa, portanto ainda estamos desenvolvendo e aprimorando nossa metodologia de atribuição de Potencial de Consumo aos locais.

Neste momento estamos disponibilizando a informação consolidada de Potencial de Consumo Total, ainda sem a abertura em categorias e subcategorias.

Quando as categorias de Potencial de Consumo forem disponibilizadas para acesso na Mapfry, elas responderão a uma estrutura com 12 quebras principais e 31 subcategorias:

  1. Alimentação
  2. Moradia
  3. Vestuário
  4. Transporte
  5. Higiene e Beleza
  6. Saúde
  7. Educação
  8. Cultura e Lazer 
  9. Celular e Acessórios
  10. Serviços Pessoais
  11. Jogos e Tabaco

Atualização

Dentre as inúmeras informações provenientes da POF, a principal delas é a estrutura geral do orçamento, que aponta como as famílias estão priorizando algumas categorias de consumo em detrimento de outras.

Esta informação está menos sujeita a flutuações.

Tendo a estrutura por base, podemos atualizar os valores referentes à renda e composição familiar a partir das projeções Mapfry com base nos Censos. 

Isso nos permite oferecer uma visão sempre atualizada dos valores em reais disponíveis para consumo nas regiões e sua abertura em categorias e subcategorias.

Por que o Potencial de Consumo é importante?

Pessoas que vivem sozinhas ou em família precisam de bens e serviços para levarem suas vidas.

A soma da renda das pessoas que trabalham numa família se refletirá no orçamento familiar, valores em reais disponíveis para consumo. 

A soma das pessoas que vivem numa família se refletirá nas necessidades de consumo.

Portanto, a estrutura de um orçamento será dada pela renda e pela composição familiar. 

Uma família com cinco pessoas e renda de dois salários mínimos terá uma estrutura orçamentária diferente de uma família com a mesma renda e apenas duas pessoas. 

Sendo que no segundo caso, havendo menos pessoas para consumir os itens básicos, uma parte da renda poderá ser direcionada para outros itens da preferência daquelas pessoas.

Saber esses valores indica o porte daquele mercado para algumas categorias.

A partir do porte de um mercado, seu total disponível para consumo, um estudo pode estimar uma fatia capturada ou a capturar, seu share ou fair share de mercado, e ter assim uma visão do faturamento possível naquele lugar. 

Informações que não são levadas em consideração pela metodologia

Como exposto, esta é uma informação essencialmente derivada da POF, sob uma nova ordenação de fatores que melhor refletem a forma como as famílias decidem seu consumo. 

Informações provenientes de gastos com cartões de crédito em pontos de venda, pagamentos em dinheiro ou transações em PIX não são levadas em consideração.

Assim como não contabilizamos informações de faturamento médio dos estabelecimentos comerciais e demais empresas atuantes numa região.

Todas as informações utilizadas para composição desta informação são consonantes com a legislação vigente, em especial à proteção de dados pessoais.

Esse artigo te ajudou?