João Caetano
em
Aug 10, 2021
A receita de sucesso que vem do Japão

Este é o terceiro artigo da série sobre Dark kitchens. Para chegar até aqui você já entendeu bem o conceito em Dark is the new Black, definiu seu Produto, Preço e Praça ao ler Em busca do Ponto Cego, agora vai desenvolver uma estratégia vencedora de Promoção. A inspiração para esse artigo está na delicada série Midnight Diner, da Netflix. Toda ação se passa num pequeno restaurante, que fica num beco de Tokyo e funciona da meia noite às sete da manhã. Um típico lugar onde poderíamos instalar uma Dark kitchen. O enredo se move a partir dos personagens que chegam ao balcão do restaurante e mostra o poder que a comida tem de aproximar, aquecer e consolar. Quando olhamos para a fria estratégia dos apps, de aprender com os pedidos de uma região e copiar o que deu certo sob uma marca genérica, vemos uma abordagem mecânica, típica do big data, data driven, digital transformation e afins. Mas sua Dark kitchen não deve ser fria nem mecânica, ela pode muito bem unir, pertencer e animar, afinal você é uma pessoa que põe tudo de si no mínimo que faz.Dica #1 Cozinha aberta

Vamos começar pelo Dark da kitchen, você realmente precisa de algo totalmente secreto? Abra sua cozinha para visitação. Calma que não estamos falando de receber os clientes fisicamente, eles podem visitar pelo Instagram e TikTok. Uma das partes mais divertidas do programa Pesadelo na Cozinha, com o chef Jacquin, é quando ele mostra cozinhas mal cuidadas de restaurantes conhecidos. Se mesmo restaurantes que recebem seus clientes podem descuidar da cozinha, o que pensar daqueles que nem sabemos onde ficam. Daí entra a estratégia de redes sociais que vamos apelidar de Cozinha Aberta, faça vídeos mostrando sua equipe alto astral, quanto o espaço é bem cuidado e como cada pedido é feito com carinho.

Dica #2 Sua nova fachada

A embalagem dos pedidos que você envia é a sua fachada, cuide bem dela. Existem diversos perfis no Pinterest com exemplos incríveis. Aproveite sua embalagem descolada e deixe um recado convidando para suas redes sociais. Ah, não esqueça de aceitar pedidos por lá também, são um ótimo caminho para contornar os apps e criar um relacionamento direto.

Dica #3 Seja local

Se você seguiu as orientações no Em busca do Ponto Cego, é bem provável que sua Dark kitchen esteja numa área meio abandonada do bairro. Isso é bom para baixar o aluguel, mas agora que você assegurou um contrato comercial bem pode investir um pouco de sua energia em revitalizar esse canto da cidade. Que tal adotar uma praça, organizar eventos com artesanato e música de artistas locais, grafitar imóveis e muros. Faça algo de especial pela região onde você atua.

Dica #4 Sua excelência o entregador

O cliente numa ponta e seu restaurante na outra, quem faz essa magia acontecer precisa fazer parte da sua estratégia. Os entregadores estão cansados do tratamento frio que recebem dos apps. Além disso, existem poucos lugares onde eles podem dar um tempo entre as entregas, pontos seguros, com internet e talvez até um banheiro. Postos de combustível super investem no bem estar dos caminhoneiros, sem luxos, mas cuidam deles. Faça algo para ter a boa vontade dessa turma, quanto mais perto de sua loja eles estiverem, menor será o tempo entre o pedido e a entrega :)

Dica #5 Mostre sua cara

Mulher Feliz Comendo Hambúrguer E Tirando Uma Selfie

Você abriu sua Dark kitchen com uma nova proposta, criou algo valioso para as pessoas e não deveria ficar escondido delas. Você pode ter um food truck para levar sua experiência a mais lugares, testar receitas, criando ainda mais conteúdos para suas redes sociais. Pode ser um food truck bem simples, apenas para marcar presença em outras áreas ou outros momentos de seus clientes.

Dica #6 Menu secreto

Restaurante secreto com menu secreto, Dark things. Crie um menu especial apenas para os clientes mais fiéis, algo em seus aniversários ou quando somam pedidos num curto período. Coisa simples, mas que deixa uma mensagem bem alinhada ao seu negócio.

Dica #7 Branded content

Esse é um nome chique para algo que você conhece bem. Pense no poder que o sistema Bleach dá ao sabão OMO, como o Locker deixa o Palio mais Adventure ou em todo o efeito do Fator Azul de Nívea. Essa é a estratégia de marca ingrediente, você dá vida a uma parte de seu produto. A dica aqui é lançar uma linha de molhos especiais, colocá-los à venda nos mercados da região, em seu food truck, mas não no cardápio da loja, isso só para dar um charme extra e fortalecer o aspecto especial do molho. Essas são algumas ideias para que sua Dark kitchen vá muito além do que fazem os apps. Sucesso e conte conosco na @Mapfry para expandir seus negócios!